Provas de que Jesus nasceu mesmo no dia 25 de Dezembro

Não é obrigação da Santa Igreja Católica provar nada pela bíblia, isso porque a doutrina do sola scriptura é algo unica e exclusiva do protestantismo, mesmo assim algumas coisas dá para provar pela bíblia e é o que vamos fazer hoje.

É claro que para explicar o nascimento de Nosso Senhor Jesus é necessário antes entender como funciona o calendário Judaico, vejamos a seguinte tabela:

Mês Número de dias Mês Equivalente
1 – Nisã 30 Março – Abril
2 – Iyar 29 Abril – Maio
3 – Sivan 30 Maio – Junho
4 – Tammuz 29 Junho – Julho
5 – Av 30 Julho – Agosto
6 – Elul 29 Agosto – Setembro
7 – Tishrei 30 Setembro – Outubro
8 – Heshvan 29/30 Outubro – Novembro
9 – Kislev 29/30 Novembro – Dezembro
10 – Tevet 29 Dezembro – Janeiro
11 – Shevat 30 Janeiro – Fevereiro
12 – Adar 29/30 Fevereiro – Março
13 – Adar II 29 Março – Abril

O calendário judaico funciona da seguinte forma, O primeiro mês é o mês de Nisã (Nisan, Nissan – Março / Abril), quando se celebra a Páscoa. O ano novo judaico, porém, ocorre em Tishrei (Setembro / Outubro), isso acontece porque os judeus se baseiam no movimento lunar para formar o seu calendário, onde a cada lua nova temos um novo mês. Cada ciclo lunar dura aproximadamente 29 dias e 12 horas e os meses judaicos variam entre 29 e 30 dias, como também ocorre no calendário Gregoriano, que é o que usamos, onde há meses com 28,29,30 e 31 dias.



A duração do ano judaico varia entre 353 e 355 dias, ficando geralmente com 354 dias, ou seja, cerca de onze dias a menos. Para compensar esta diferença, de tempos em tempos é acrescido ao calendário judaico um mês inteiro, representado pelo mês de Adar II, que é um mês embolísmico. É por isso que o calendário judaico tem um mês a mais a cada três anos, que é quando a diferença dos onze dias formam cerca de um mês. É preciso um período de 19 anos para “ajustar” o Ano Lunar e o Ano Solar, para que ambos comecem exatamente ao mesmo tempo, sem defasagem.

Tendo isso como base vamos descobrir a data em que Jesus nasceu nas escrituras, para isso vamos ter que primeiro determinar o aniversário de São João Batista, o segundo passo é usar o aniversário João Batista para encontrar o aniversário de Cristo.

Em São Lucas 1, 5 vemos que Zacarias servia na “classe de Abdias” que é a oitava classe entre as vinte e quatro classes sacerdotais como podemos ver em Neemias 12, 17, essa classe de sacerdotes ficava responsável por servir uma semana no templo duas vezes por ano, então a classe de Abdias servia durante a oitava semana e a trigésima segunda semana no ciclo anual.

No livro de Josef Heinrich Friedlieb, Leben J. Christi des Erlösers. Münster, 1887, p. 312, o historiador consegue estabelecer que durante a destruição de Jerusalém, no nono dia do mês judaico de Av, a classe sacerdotal que estava servindo no templo era a de Joiarib. A partir daí, podemos concluir que São Zacarias, que servia na classe de Abias, iria servir durante a segunda semana do mês judaico de Tishri, a semana da Expiação. No nosso calendário, o Dia da Expiação cai entre os dias 22 de Setembro e 8 de Outubro, como mostra o calendário acima.

Logo após Zacarias servir na sua classe, Zacarias e Isabel conceberam João Batista, isso nos leva a conclusão de que são João Batista teria sido concebido por volta do final de setembro, colocando assim o nascimento de João no final de junho do ano posterior, o que confirma a celebração da Natividade de São João Batista em 24 de junho.

em São Lucas 1, 36, quando o anjo Gabriel fez a anunciação a Nossa Senhora, ele disse que Isabel já estava no sexto mês de gravidez:

“Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril, ”

São Lucas 1, 36




Então se João Batista foi concebido em setembro, seis meses depois estariam em Março, logo Nossa Senhora ficou grávida de Jesus em Março, em uma gravidez normal, Março é mês 3, mais 9 meses de gravidez, vamos cair em Dezembro.

O protoevangelho de Tiago do segundo século refere-se a Zacarias como um sumo sacerdote, e este o associa com o Dia da Expiação, que desembarca no décimo dia do mês hebreu de Tishrei (aproximadamente o final do nosso setembro como o calendário acima). Imediatamente após esta entrada ao templo e a mensagem de Gabriel, Zacarias e Isabel conceberam João Batista. Tendo quarenta semanas (nove meses) de gestação, isso coloca o nascimento de João Batista no final de junho e, mais uma vez confirmando a data Católica para o Nascimento de João Batista em 24 de junho.

João Batista era seis meses mais velho que o nosso Senhor Jesus Cristo (São Lucas 1, 24-27, 36). Se você adicionar seis meses a 24 de junho, quando João nasceu, você tem 24-25 Dezembro como o nascimento de Cristo. Então, se você subtrair nove meses a partir de 25 de Dezembro que você tem a Anunciação em 25 de Março. Todas as datas coincidem perfeitamente. Assim, pois, se João Batista foi concebido logo após o Dia judaico da Expiação, em seguida, as datas católicas tradicionais são essencialmente corretas. O nascimento de Cristo seria por volta ou em 25 de dezembro.

E conseguimos refutar algumas baboseiras que você vê nos sites de “curiosidades” na internet fácil, como aquela história de que 25 de dezembro foi escolhido para substituir o festival pagão romano de Saturnália. Saturnália era uma festa popular do inverno e assim a Igreja Católica prudentemente substituiu o Natal em seu lugar, o que não é verdade pois na Saturnalia comemorava-se o solstício de inverno. No entanto, o solstício de inverno cai em 22 de dezembro. É verdade que as celebrações da Saturnalia começavam mais cedo por volta de 17 de dezembro e era prorrogado até 23 de dezembro. Ainda assim, as datas não coincidem. Isso sem falar que temos Padres da Igreja alegando que 25 de Dezembro como o aniversário de Cristo muito antes da conversão de Constantino e do Império Romano, como Papa São Telesforo (reinou 126- 137 d.C) que instituiu a tradição da Missa do Galo na véspera de Natal, temos o Teófilo (115-181 d.C), bispo católico de Cesareia na Palestina já alegando isso na Magdeburgenses, Cent. 2. c. 6. Hospinian, De origine Festorum Chirstianorum.



Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, aceite que dói menos, caso não, é simples, não comemore o natal, já que ele é uma festa litúrgica da Santa Igreja Católica.

Compartilhar