Princesa é removida da linha britânica de sucessão ao trono por ter se convertido ao catolicismo

A princesa Alexandra de Hannover foi retirada da linha britânica de sucessão, de acordo com a Point de Vue-magazine .

A princesa de 19 anos é filha do príncipe Ernst August de Hannover e da princesa Caroline de Mônaco. A Princesa tornou-se recentemente membro da Igreja Católica e esta é a razão pela qual ela foi removida da linha de sucessão britânica. No entanto, ela continua sendo a 12ª na linha de sucessão ao trono monegasco.



A princesa Alexandra de Hannover é filha única do príncipe Ernst August de Hannover e da princesa Caroline de Mônaco. Ela nasceu em 20 de julho de 1999, em Vöcklabruck, na Alta Áustria. Alexandra é a única das quatro crianças da Princesa Caroline que tem qualquer estilo ou título real.

Foi batizada como luterana, como o resto da família, em 19 de setembro de 1999, por Horst Hirschler, o Landesbischof da Igreja Evangélica Luterana de Hanover, em uma cerimônia no pavilhão de caça do pai, Auerbach.

Seus padrinhos são sua tia paterna Alexandra, Princesa de Leiningen, meia-irmã materna Charlotte Casiraghi, Ulrike Ulmschneider, Maryam Sachs, Virginia Gallico, George Condo e Eric Maier.

A princesa Caroline, sua mãe, sempre foi católica. Agora, a princesa decidiu deixar sua fé luterana e se tornar católica, como sua mãe é.



O tio materno da princesa Alexandra é Albert II, o soberano de Mônaco. Ela é neta da atriz americana Grace Kelly e do lado de seu pai, ela é descendente da rainha Vitória da Grã-Bretanha e do imperador Guilherme II da Alemanha.

A lei de sucessão britânica mudou em 2011 com o Acordo de Perth. No entanto, a proibição de que os católicos e outros não-protestantes se tornassem soberanos e a exigência de que o soberano permanecesse em comunhão com a Igreja da Inglaterra permaneceu.

Compartilhar