Pastor Agenor ameaça fan pages católicas de processo e pede para que o vídeo seja retirado do ar

O vídeo que circula na internet do pastor Agenor onde o mesmo zomba da imagem de Nossa Senhora Aparecida e de São Jorge no seu programa de TV, comparando-as com uma garrafa de Coca-Cola criou polêmica entre os fiéis católicos. Muitas fan pages católicas denunciaram o ato nas redes sociais.



O advogado do “apóstolo” enviou nesta manhã um e-mail de notificação ameaçando de processo os administradores de fan pages católicas inclusive o próprio Facebook caso o vídeo não seja retirado do ar.

No vídeo é claramente evidente de que o pastor zomba da fé dos católicos, mas de acordo com seu advogado, o vídeo deve ser retirado do ar por se tratar de uma “notícia falsa” sobre o mesmo.

Ao usar a comparação com o refrigerante, o apóstolo da Igreja Plenitude do Poder de Deus, estava evitando a acusação de violar o artigo 208 do Código Penal Brasileiro, que proíbe escarnecer da fé alheia ou “vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”.

Se tivesse usado uma imagem de Nossa Senhora e de São Jorge, ele seria formalmente acusado, poderia enfrentar detenção “de um mês a um ano, ou multa”.



De acordo com as políticas do Facebook, vídeos de programas de TV, desde que seja colocado os créditos da imagem, podem ser publicados na rede social.

Abaixo segue o texto na íntegra:


Compartilhar