Netflix adicionou mais filmes católicos em sua programação

Nosso último artigo “Filmes e séries católicos para você assistir na Netflix” viralizou nas redes sociais, inclusive foi bastante plagiado, mas infelizmente a Netflix Brasil vive atualizando sua lista de filmes, tirando e adicionando filmes e séries  que não dão um bom feedback, por isso é muito importante que você assista a esses filmes e sempre avaliem com um gostei. Infelizmente nas listas de filmes da categoria fé e espiritualidade  grande parte das produções são protestantes como o filme Deus Não Está Morto, que faz proselitismo as doutrinas de Lutero. Apesar de não termos uma grande quantidade de produções declaradamente católicas, temos uma grande quantidade de documentários legais sobre a igreja ou então, filmes que conta histórias relacionadas à Igreja.

É possível pedir para a Netflix inserir um filme em sua lista, existe duas formas, a primeira delas é neste link e a segunda e mais legal é ficar comentando nas postagem da empresa nas redes sociais, lembre-se que uma pessoa pedindo não terá nenhum resultado mas muitas talvez a empresa dê uma olhada. Então vamos nos unir e pedir encarecidamente que a Netflix coloque o filme “A Paixão de Cristo” do diretor Mell Gibson, esse é a melhor produção cinematográfica declaradamente católica que temos!

Enfim, essa semana a empresa adicionou mais dois filmes católicos a sua lista, vejamos:

Agnus Dei

Agnus Dei

Em 1945, na Polônia, Mathilde, uma jovem médica francesa, descobre que freiras moradoras de um convento foram estupradas por soldados e muitas delas engravidaram. Mathilde, escalada somente para cuidar dos franceses, secretamente, começa a ajudar as freiras. A médica ainda precisa enfrentar os julgamentos das religiosas que se sentem culpadas por terem violado o voto de castidade.

O filme dirigido pela diretora Anne Fontaine é baseado em uma história real, foi lançado aqui no Brasil em 2016 e gerou bastante polêmicas, pois seu lançamento foi logo após o caso da jovem que sofreu um estupro coletivo no Rio de Janeiro. A diretora, conhecida por comédias frívolas como A Garota de Mônaco (2008) e Gemma Bovery (2014), adota um tom radicalmente diferente de seus trabalhos anteriores.

Abaixo segue o trailer do filme:

A Missão

A missão

Esse filme é muito interessante, ele conta a história do Padre Jesuíta Gabriel (Jeremy Irons) que vai para a terra dos Guaranis, na América do Sul, com o propósito de converter os nativos ao Cristianismo. Rapidamente ele constrói uma missão, juntamente com Rodrigo Mendoza (Robert De Niro), um comerciante de escravos em busca de redenção. Quando um tratado transfere a terra da Espanha para Portugal, o governo português quer capturar os nativos para o trabalho escravo. Mendoza e Gabriel protegem a missão, discordando da realização da tarefa.

Exatamente isso que você está pensando, a história do filme se passa no Brasil na época colonial e aborda um assunto que os livros do MEC não falam sobre o papel da Santa Igreja no país. O filme é bem antigo, de 1986, mas a história é bem interessante.

Segue o Trailer:

Compartilhar