Músicas protestantes em encontros católicos, é errado?

É muito comum em encontros católicos os ministérios de músicas cantarem canções protestantes em encontros na igreja, de fato isso já virou rotina na igreja católica já que muitos padres famosos, paróquias e bandas católicas possuem esse costume.

De forma alguma queremos estabelecer uma cisão entre pessoas, mas acreditamos que a informação nos dá subsídio para boas escolhas.

Esse costume começou em meados da década de 80 quando grupos da RCC no Brasil não tinham muita opção de músicas da igreja para cantar em seus encontros, até mesmo as rádios católicas tocavam músicas protestantes, não tinha bandas católicas nem cantores católicos suficiente, com isso era necessário que cantássemos músicas gospel, algumas músicas ficaram tão famosas entre os fiéis da igreja que muitos acham até hoje que as músicas são católicas o que na verdade não são, com certeza você já ouviu a música Eu navegarei que foi cantada por muitos padres e cantores católicos, essa música foi composta por Azmaveth Carneiro Da Silva, compositor protestante que já escreveu músicas para Fernanda Brum e Bruna Carla, também temos a música Diante de Ti que foi composta pelo marido da cantora Fernando Brum, Emerson Pinheiro ou a música Ele vem composta pelo pastor Judson Oliveira.

O que causa muita intriga entre alguns fiéis é se pode ou não cantar músicas protestantes em encontros católicos, de cara já podemos falar que é totalmente errado cantar qualquer música protestante na missa pois elas não são preparadas para a liturgia, e isso também vale para músicas católicas como comunidade católica Colo de Deus, Rosa de Saron etc.
Os protestantes têm seus cantos religiosos, cuja letra exprime a fé protestante. O católico que utiliza esses cânticos, não pode deixar de assimilar aos poucos a mentalidade protestante; esta é, em certos casos, mais subjetiva e sentimental do que a católica. Os cantos protestantes ignoram verdades centrais do Cristianismo: A Eucaristia, a comunhão dos santos, a Igreja Mãe e Mestra. Deve-se estimular a produção de cânticos com base na doutrina da fé.

Músicas protestantes são canções com base sentimentalista que em sua maioria tem como objetivo trazer pessoas para o protestantismo, os protestantes investem pesadamente no mercado fonográfico, eles incentivam isso desde cedo e essa é a principal ferramenta usada por eles para conseguir novos fiéis, com certeza você já passou por uma igreja de garagem e já viu um monte de instrumentos novinhos em folha enquanto que a igreja nem reboco na parede tem. A música é a ferramenta principal que atrai muitos jovens para o protestantismo. Todas as vezes que um padre famoso paga direitos autorais para um compositor protestante, ele só está contribuindo com todo sistema de evangelização protestante.
E algo muito preocupante que temos que observar é o esquecimento dos músicos católicos, o católico brasileiro dá mais valor as músicas de fora da igreja, muitas bandas e cantores católicos desistem da carreira por conta de não terem apoio da própria comunidade católica, isso sem falar nas milhares de bandas que os próprios católicos não conhecem por que não se tem uma divulgação. Algumas bandas e cantores que não iremos citar o nome, estão apelando para o lado sentimentalista usado pelo protestantismo para conseguirem atrair os próprios fiéis católicos.

Então é preferível que padres famosos, párocos e bandas católicas coloquem músicas de compositores católicos como prioridade, não há necessidade de cantar músicas protestantes pois na igreja católica já possuímos compositores muito bons.

Compartilhar