Maikon Máximo, baterista da banda Anjos de Resgate, anunciou sua saída oficial do grupo

O baterista da banda católica Anjos de Resgate, Maikon Máximo, anunciou sua saída oficial do grupo em seu perfil em uma rede social na tarde deste dia 2 de março. Segundo ele, foram cerca de 13 anos de dedicação como baterista da banda e que ficou surpreso com a decisão.

A banda Anjos de Resgate nasceu após o lançamento do CD Deus Está no Ar, durante o congresso da Renovação Carismática Católica (RCC) nos anos 2000, o CD se originou do desejo de Dalvimar Gallo, ex-integrante da banda, em ajudar a obra ” Anjos de Resgate” (de recuperação de dependentes químicos), bem como entrar no segmento de música católica, uma vez que havia saído da banda Dallas Country, para concretizar o CD Dalvimar chamou o amigo Marcos Pavan para colaborar nas gravações.



Em 2015 a banda comemorou seus 15 anos com a turnê Anjos 15 anos e lançou o CD Inspiração, com faixas que já são sucesso em todo o país.

Veja o depoimento de Maikon na íntegra:

“Vós não tendes apenas uma história gloriosa para recordar e narrar, mas uma grande história a construir! Olhai o futuro, para o qual vos projeta o Espírito a fim de realizar convosco ainda grandes coisas”.

Com esta colocação de São João Paulo II, venho informar a todos, como já o fora oficialmente pela Banda Anjos de Resgate minha saída. Bem como todos vocês, também fiquei surpreso com a decisão. Foram cerca de 13 anos de dedicação que findaram, quando do meu desligamento por parte da banda, e eu não poderia deixar de fazer algo agradecendo por tudo.



Obrigado a todos que me acompanharam, que rezaram, que tiveram suas vidas transformadas não somente pelas músicas, as quais são só instrumentos, mas pela grandeza do depósito da fé que vem com ela. Obrigado por cada mensagem, cada presença nos shows, cada momento dedicado a rezar por mim e por cada um. Creio que não temos fãs e sim amigos, que se importam e que merecem o melhor de nós. Vou com a consciência de que fui profissional e, realizei da melhor forma que pude minha função de baterista e principalmente de católico, buscando conhecer, amar, testemunhar, anunciar e defender a Verdade “escondida” por trás de cada toque! Santo Agostinho diz: “que Deus só permite um mau, quando esse mau é necessário para um bem maior”. Minha vontade não era se desligar, mas nem tudo depende só de nós. Hoje, busco um bem maior, busco um aprofundamento na verdadeira fé Católica…



Agradeço a todos vocês, que me acompanham e gostam do meu trabalho! Peço que continuem por aqui, pois teremos novidades! Estou gravando um EP com músicas que nasceram do projeto #PQSC, “Por que sou católico?.”

Mais além disso, muita coisa vem vindo por aí!
Fiquem ligados.

Finalizo pedindo à Santíssima Virgem que rogue a Deus por nós! Para que a Igreja seja fiel aos ensinamentos infalíveis da Igreja de Roma e que busque a verdadeira essência no plano de Salvação e na Cruz.

Da cabeça ao coração, do ombro esquerdo ao direito, para significar que aceitamos todas as cruzes e sofrimentos que Deus, Nosso Senhor, nos enviar ou permitir, nesta vida.

“Se alguém quer vir após mim, renegue a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e me siga.”(S. Lucas, 9, 23).
Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém

Compartilhar